O desafio diagnóstico das massas ovarianas – Relato de um tumor de Brenner

Autores

  • Luana Gondim De Castro Graduação pelo Centro Universitário Christus
  • Lucas Ribeiro Nogueira Residente Médica em Ginecologia e Obstetrícia pela Universidade Federal do Ceará
  • Francisco Nogueira Chaves Cirurgião do Hospital e Maternidade José Martiniano de Alencar
  • Adriano Veras Oliveira Cirurgião do Hospital Geral Dr. César Cals de Oliveira
  • José Walter Feitosa Gomes Cirurgião do Hospital e Maternidade José Martiniano de Alencar
  • Bruno Gadelha Bezerra Silva Residente Médico em Cirurgia Geral pelo Hospital e Maternidade José Martiniano de Alencar

Palavras-chave:

Tumor de Brenner, Neoplasias ovarianas, Ovário

Resumo

O Tumor de Brenner, descrito inicialmente em 1907 por Fritz Brenner, representa uma rara neoplasia epitelial do ovário, responsável por 1,4%-2,5 % de todas as neoplasias ovarianas. A incidência desses tumores é maior em mulheres na pós- menopausa, que comumente são diagnosticados de forma incidental entre os 50 e 70 anos de idade. Apresentamos o caso de uma paciente de 60 anos que procurou atendimento médico referindo diversos episódios de sangramento transvaginal após 10 anos de sua menopausa.

Downloads

Publicado

2019-11-22